Welcome to my blog, hope you enjoy reading
RSS

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Não gosto nem um pouco da ideia de me pegar pensando ti, em certos momentos. Não gosto nem um pouco de me sentir tão dependente dos nossos momentos, pois me sinto meio incapaz de caminhar com minhas próprias pernas se um dia não tiver mais você aqui. Não aprovo a ideia de ser submissa à você, não suporto ter que enxergar a verdade quando você está coberto de razão, não gosto dos teus sermões, não gosto de sempre fazer de ti, meu herói. Acredito desde muito pequena que você é único em minha vida; acredito que você foi, é e sempre será meu maior exemplo de vida e acredito que me ama demais, mesmo quando me da aquelas olhadas com cara de bravo e calado, somente com o olhar me aponta onde errei. :x
Ér...é como você mesmo diz, acho que sem você aqui, não vou saber caminhar. Ainda estou muito verdinha diante de ti, ainda sou muito inocente, ainda sou muito inexperiente, ainda sou um pequeno grão de areia diante de ti. Obrigada por sempre me proteger com unhas e dentes, obrigada por sempre se preocupar tanto comigo (mesmo quando não demonstra graças ao seu orgulho que não lhe permite se expressar tão bem), obrigada por ser sempre o meu palhação, obrigada por brincar de casinha da Barbie comigo inúmeras vezes quando eu era beeeem pequenina e obrigada por existir e por me dar a vida. (L)

3 comentários:

RAFAEL DIAS FERNANDES disse...

legal os seu pensamento eles são interesantes beijos

Char * disse...

oun,ainda bem qe vc se dá bem com seu pai ._.

Nanda disse...

Que lindo seu carinho com seu pai. O meu nem tenho contato. Mas não ligo. Todo esse amor que vc descreveu aí, me fez lembrar a minha mãe. Ela sim merece toda minha gratidão, carinho e afeto. Mas enfim....curti seu blog. Muito fofo. Bjks

Postar um comentário